A copa e a sua CARREIRA - Como falar bem ! - Palestrante Motivacional Rio de Janeiro , São Paulo
19730
post-template-default,single,single-post,postid-19730,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,boxed,vertical_menu_enabled,,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
como falar em público curso de oratoria expression mais

A copa e a sua CARREIRA – Como falar bem !

Ligo a TV e me deparo com uma das estrelas da Seleção, G Jesus, vestindo um belíssimo terno azul com um corte de ultima estirpe feito pelo estilista Ricardo Almeida. À sua frente o repórter faz algumas perguntas ao talentoso jogador (no qual preciso deixar claro que como jogador, sou um grande admirador)…nesse momento G-Jesus responde:

“temos que ter na cabeça, que SEMOS mentalmente forte….”

Já percebeu que a maior parte dos cracks do futebol nacional não sabem se comunicar ?

Não estou aqui para pegar no pé de ninguém por uma fala mais solta, livre, espontânea ou mesmo com algumas gírias. Eu busco melhorar todos os dias mas cometo erros com frequência. Mas quando eu vejo um homem milionário, próximo a embarcar em um avião  para o evento mais importante do futebol vestindo um terno incrível, dando uma entevista para uma audiência sem tamanho na maior emissora de TV do Brasil, me pergunto se já não estaríamos em tempo dele saber se expressar melhor.

Em alguns Países jogar futebol é um talento desenvolvido justamente nas escolas e nas universidades. Para fazer parte do time é necessário estar estudando. Muito atleta americano e europeu tem ou tinham uma primeira profissão antes de se profissionalizarem como jogadores. Estou falando de profissões com formação universitária.

No Brasil por uma situação cultural e principalmente econômica, são poucos os atletas do futebol que foram preparados desde a infância como Neymar e Kaka para serem jogadores,  mas que tiveram acesso à uma educação de qualidade paralelamente. Isso se deu nesses dois casos, pois vieram de famílias de classe média com poder aquisitivo razoavelmente bom e que por uma questão de observação e sensibilidade dos pais, os talentos receberam incentivos e oportunidade de desenvolvimento.

O que me entristece é ver que jogadores que já estão no mundo do milhões há algum tempo, ainda assim, continuam presos à uma forma de comunicação ,  expressão e fala da época em que vivam uma vida mais difícil.

Ninguém precisa mudar sua essência, seu jeito de ser por ser uma estrela ou se tornar um milionário, mas melhorar sua imagem, sua comunicação e sua forma de lidar com as situações demonstram maturidade e crescimento pessoal e não apenas financeiro.

A sua profissão ou função é como se fosse o seu “futebol”. Eu sei que provavelmente você é capaz de realizar e fazer “dribles” e “golaços” pelo negócio no qual você está envolvido. Mas será que se você falar “semos mentalmente forte” com alguma frequência, ainda continuará sendo o “titular” do time ?

Bom, cada caso é um caso, mas a realidade é que no mundo corporativo não há outro caminho sem ser o da evolução, do crescimento e da preparação na busca por nossos objetivos. VOCÊ deve entender que precisará se tornar “algo” ou “alguém” para alcançar o que você quer e falar bem, se expressar e ter inteligência emocional são a imprescindíveis dentre as ferramentas que você deve investir seja como colaborador de um empresa, como executivo ou como empreendedor . Não permita que o seu conhecimento técnico em algo acomode sua vontade de evoluir como pessoa e como profissional.

Gostaria de repetir que admiro os atletas por sua história e seu talento, esse texto é apenas uma reflexão e análise das relações entre as diferentes profissões e as realidades.

Caso você tenha dificuldades para falar em público, eu preparei uma AULA GRATUITA DE 35 MINUTOS no link abaixo.

https://cursos.paulovinnicius.com.br/ex-mais-parte-for-out-2

Um forte e carinhoso abraço !

Paulo Vinnicius