Essa única cena mudou completamente a forma como eu me comunicava e me fez tomar a melhor decisão da minha carreira nos últimos anos.

Caro leitor,

A minha primeira viagem em busca de conhecimento

Durante 24 anos da minha vida, eu jamais sai do Rio de Janeiro. A primeira vez que eu andei de avião na minha vida (com 25 anos), eu eram recém-noivado, estava na berlinda para casar e tinha decidido que viveria da habilidade de falar com pessoas.

Eu estava indo para um evento em Curitiba me apresentar para um público diferente de tudo o que eu já tinha feito no meu Estado.

Eu lembro como se fosse hoje, sozinho, olhando pela janela, com um certo receio de que eu fosse sentir medo na hora da decolagem. Não me julguem.

O senhor que estava ao meu lado já tinha viajado de avião várias vezes, acho que por isso ele riu de mim de forma simpática e me perguntou se seria meu primeiro voo.

“Sim” , eu disse.
Ele olhou e de modo gentil e disse: ” Não se preocupe, aproveite a paisagem. ”

Na hora que o avião começou a pegar velocidade, eu fechei os olhos e disse: “Obrigado meu Deus. E por favor, que nada aconteça na minha primeira viagem de avião. ”

Lembrando desse dia, eu jamais poderia imaginar, nem nos meus melhores sonhos, que ainda naquele ano eu teria viajado pelo menos umas 60 vezes de avião podendo conhecer quase todo o Brasil através do meu trabalho como Palestrante e Treinador.

Eu já perdi as contas de quantas vezes viajei mas até hoje, na decolagem e no pouso eu sempre lembro com carinho desse dia.

A viagem que mudou tudo

No final de 2016 eu fiz uma viagem sozinho para o Rio Grande do Sul onde me apresentaria para 700 pessoas. Foi a primeira fez que eu fiz palestra para número tão grande de pessoas.

Apesar de já ter muita prática nessa época, era o meu primeiro evento com esse porte.

O evento foi em um local com uma estrutura incrível dentro do resort Beachpark.

Era um evento da OI e da Samsung em parceria.

Já tinha ido a São Paulo fazer uma reunião de briefing com o pessoal da Samsung e confesso que eu estava bem tenso com essa Palestra.

Mas quando eu cheguei lá, o nervosismo passou, tudo ficou mais tranquilo. A Palestra foi um sucesso. Até que chegou o momento do jantar e dezenas de pessoas começaram a vir até mim para tirarem fotos e para falarem comigo.

Eu fiquei olhando feliz as pessoas fazerem uma espécie de fila e comecei a imaginar que viriam perguntas sobre a palestra.

Chegou a primeira pergunta… A segunda, a terceira… E eu fui chegando a seguinte conclusão. As pessoas estão mais impactadas com o que elas sentiam do que com a mensagem da Palestra em si.

A maioria das pessoas me relatavam uma vivência pessoal e depois contava como eu as fiz sentir com a minha narrativa.

Naquele momento eu pensei… É isso! É isso o que eu preciso fazer. Entregar sim um conteúdo de valor mas antes de tudo, entender quem eram e sempre me atentar numa forma de tocar seus corações.

1 ano antes disso, numa viagem a Belém, numa das minhas primeiras 10 Palestras um amigo Palestrante chamado Ricardo me deu uma dica preciosa. Ao assistir minha apresentação, disse a mim que eu deveria entregar o conteúdo mas também emocionar as pessoas.

Mas somente nesse dia, eu realmente entendi o efeito que ele estava sentindo falta nas minhas apresentações.

Eu fiquei FASCINADO com aquela cena. As pessoas fazendo uma fila, para basicamente compartilhar seus sentimentos: Era quase que fazer fila para me agradecer. Fiquei lisonjeado.

Foi naquele instante que eu ENTENDI o que me fez voltar para o Rio de Janeiro e MUDAR TOTALMENTE o rumo das minha estratégias de entrega de conteúdo nas Palestras.

As Pessoas Não Querem apenas o Conteúdo, Elas Querem sentir você. Elas PRECISAM de emoção.

Eu quase não consegui prestar atenção em nada depois dessa conclusão. Eu só conseguia pensar o seguinte:

” Será que um dia eu vou realmente mudar a vida de alguém?

Será que algum dia as pessoas serão ajudadas com os meus conselhos e orientações? ”

Naquela época eu já estava vendendo minhas Palestras por cachês que variavam de 3 a 8 mil reais. Estudei ainda mais meu conteúdo e comecei a aprimorar a entrega do que eu falava.

Preste muita atenção no que eu vou te explicar agora.

As minhas Palestras tinham muito conteúdo técnico. Eu basicamente explicava entregava conteúdo de qualidade e aproveitava para fazer as pessoas rirem com minhas interações cômicas. O resultado era bom, mas não era o melhor.

O teste que eu decidi fazer foi: colocar histórias que fizessem as pessoas refletirem mais e se identificarem com o que eu estava falando. Elas tinham que, em 60 minutos, rir, chorar e aprender.

O resultado foi SIMPLESMENTE incrível.

As pessoas começaram a compartilhar o que sentiam, MEDOS, dificuldades e elas estavam simplesmente interessadas em saber qual era a minha visão sobre a realidade delas.

Comecei a encontrar pessoas nas ruas , shopping e elas vinham até mim para me contar como tinham mudado suas rotinas e suas formas de resolver as coisas.

Uma vez, voltando em uma mesma empresa 1 ano depois para mais uma Palestra, uma colaboradora veio até mim e me disse em lágrimas que o que eu dissera no anterior havia mudado sua vida.

De 2 anos para cá, quando meu sócio precisou eu ensinasse ele a falar em público, tivemos essa ideia de multiplicar essa habilidade. Na realidade ele quase me obrigou pois dizia que a minha forma de ensinar era simplesmente incrível.

Tratar da autoconfiança das pessoas, fazê-las se conhecerem, antes de entrar na oratória em si, era tudo que as pessoas precisam na verdade.

Foi ali que eu decidi montar o meu primeiro CURSO de COMUNICAÇÃO EXPRESSIVA, no formato de um treinamento online que engloba autoconfiança, Oratória e Técnicas de Apresentações .

Eu descobri que a grande maioria das pessoas do meu nicho, não tinham programas nesse formato. Descobri que muitas pessoas se matriculavam em cursos de oratória caríssimos e saiam sem conseguir falar em público. Sem conseguir vencer o medo.

Eu comecei a ter alunos que viam de outros cursos e falavam a mesma coisa: Eu já estudei o método A, B e o C… mas preciso de orientação sobre o que fazer , pois eu sei falar , mas quando tem gente assistindo eu simplesmente esqueço as palavras, começo a tremer, suar e não funciona.

Foi quando eu descobri que eu poderia realmente mudar a vida dessas pessoas. Eu descobri que criando o programa certo, eu poderia ajudar as pessoas a terem resultados surpreendentes.

Mas tinha algo que eu precisava resolver o mais rápido possível. Caso contrário, dificilmente eu conseguiria continuar com aquele formato.
O Modelo de Negócios Para a Mais Pessoas versus o Modelo de Negócios para um Público seleto .

Hoje eu e o Thiago temos produtos em diferentes formatos e já ajudamos mais 1500 pessoas a melhorarem sua comunicação.

Temos produtos que podem atender grandes números de pessoas por valores próximos a R$ 300 reais como temos um produto Exclusivo e INDIVIDUAL PRESENCIAL de 60 dias ( Palestras Extraordinárias ) que custa R$18.000 .

O que tem acontecido é que todos os dias eu recebo mensagens de pessoas que gostariam de fazer parte de um treinamento comigo de forma mais próxima.

Elas não gostaria de estudar com um curso online apenas. Elas gostaria de uma ajuda mais pessoal.

O fato é que nem todo mundo quer necessariamente ser um Palestrante Profissional e sendo assim, realmente não faz sentido investir 18 mil.

Por isso, eu resolvi criar um treinamento online porém AO VIVO para um GRUPO SELETO de pessoas. Nós criamos o “FALA SEM MEDO”.

Deixa eu te explicar isso com detalhes.

É uma Mentoria Premium para grupos pequenos onde eu entrego todo o conteúdo da formação e do Expression Mais. Você recebe as técnicas , as ferramentas e todas a minha experiência e ainda pode fazer todas as perguntas que achar necessário.

A ideia aqui é estar ao seu lado, de verdade. Emprestar meu cérebro e toda a minha experiência para que você possa perguntar sobre qualquer assunto no qual você demande se expor.

A realidade é que eu não adianta eu tentar convencer você . Você é que vai olhar o meu material, ler minhas cartas e tomar sua decisão. Agora, eu posso garantir que eu mudo por completo e de perto sua forma de se comunicar.

Faço uma reviravolta na sua autoconfiança e na sua capacidade de falar com qualquer pessoa, em qualquer lugar e para qualquer hierarquia.

Bom se você quer entender como eu faço isso eu te falo: eu trabalho com Terapia Cognitivo Comportamental e Programação Neurolinguística. Eu dou a meus alunos ferramentas de controle mental inabaláveis.

Eu sei que eu não sou um Palestrante Celebridade e aprendi que meus alunos não se importam com isso pois o que eles querem é resultados. Nada adiantaria eu ter 150 mil seguidores e não resolver efetivamente o medo e a oratória dos meus alunos.

Para cumprir minha missão, eu não preciso de FÃS (mesmo que muitos acabem gentilmente se tornando admiradores).

Eu preciso de confiança. Pessoas que se permitam e me permitam ajudá-las.
Eu prefiro um cliente que NÃO vá muito com a minha cara e eu consiga gerar resultados pra ele (e consiga mudar isso), ao invés de um cliente que me AMA mas é extremamente difícil ajudar ele.

Recentemente eu fiz um evento aqui no Rio de Janeiro. Uma Imersão de 10 horas para um grupo seleto de 20 alunos. Dentre eles, estavam médicos, advogados, coachs, produtores de evento, engenheiros e outras profissões.

Uma dessas alunas me achou no Instagram, viu a oferta de um programa PRESENCIAL e investiu o valor do curso para participar.

Ele chegou lá para “ver qual é”. No final do evento ela me procurou e perguntou como faria para ter uma mentoria comigo individual .

Bom lá mesmo eu enviei o link da Mentoria Premium Individual cujo o valor é de R$ 2.800 reais por 8 encontros mais bônus. Lá mesmo ela acessou o link e fez o pagamento pelo celular.

Ela não me conhecia, recebeu uma indicação e decidiu participar de um evento.
Investiu R$2.500 mais R$680 do treinamento daquele dia.

Algumas semanas depois eu conversei com minha aluna pelo direct e foi quando ela me disse:

“Já coloquei em prática sua estratégia de entrega de conteúdo e de comunicação. Fui promovida simplesmente porque soube PEDIR de forma persuasiva. Fiz 3 Palestras na empresa , sem exagero. A postura de todas as pessoas da Companhia mudou com relação a minha pessoa.”

Aqui eu poderia dizer que eu sou Incrível? Sim. Mas isso não seria verdade.
A verdade é que ela era um tipo de aluna MUITO FÁCIL de ajudar. Ela tinha escolaridade, tinha conhecimento, anos de experiência ,pós graduação e muitos treinamentos. O que ela não tinha era coragem de falar e de se expor por julgamentos. Uma crença limitante que a impedia de crescer de forma profissional.

Eu disse o que fazer, como fazer, dei as ferramentas  e a treinei.

Ela foi lá e fez, executou, treinou e realizou: 99% mérito dela.

Será que existe uma maneira de FALAR EM PÚBLICO OU EM REUNIÕES maneira fácil, simples, organizada E SEGURA ?

Sim! Sim! Sim e Sim!.
Entre em contato com meu time em [email protected] e diga que quer estar comigo na próxima mentoria online. Assim quando abrirmos um turma, você será avisado(a) primeiro(a).

Um abraço e até breve !


Related Posts

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Add Comment *

Name *

Email *

Website *